terça-feira, 9 de julho de 2013

Ensaio sobre o relacionamento não Efémero





 
Ensaio sobre o relacionamento não Efémero


Na linha “auto ajuda” pensei em discorrer sobre relacionamentos e a possibilidade de não enxerga-lo como  fêmero é hoje em dia, e falar de relacionamento nos dias de hoje é algo tão démodé que a caretice do assunto faz muita gente olhar com desconfiança ao tema, faz deformar a face em desdém e em
geral, com  m sorriso sem graça age com deboche a algo tão fundamental no ciclo natural das coisas, como se causasse algum tipo de desconforto ao deparar-se com a realidade da situação que envolve o convívio entre dois, eu sei é clichê, mas é inevitável não chegar a um lugar comum com um assunto tão chavão como tal este que conceituo, pode parecer clichê discorrer sobre esse tema, mas quanto mais eu penso sobre o
assunto mais sinto que à assunto a ser  discorrido, principalmente em tempos tão tempestuosos para este como o que vivemos, onde cada dia mais e mais casais põe por terra projetos construídos, tendo que se refazer por não saber lidar com o convívio comum, a confidencialidade de suas intimidades expostas, discurso então, e de forma fria, sobre este assunto, que mesmo sendo tão clichê não deveria nem um pouco ser efémero como é tratado, com insignificante suntuosidade e relevância.


Todo animal, racional ou não tende ao curso natural de sua própria existência, nascer, crescer, reproduzir e morrer, age assim, naturalmente, ate certo ponto,  pois diante de uma das etapas principais do processo, o
individuo, independente de seu gênero, age de forma irresponsável, e, em sua maioria, descompromissada por si só, entregando-se a pouco pudenda relação que deve haver ao sentido do reproduzir e morrer. Pode ate parecer retrogrado, para muitos hoje, pensar em ter alguém  ao lado para o resto da vida, ate cafona para a maioria pensar assim, mas todos, todos, tendem a si só querer alguém, simples assim, querer ter ao lado, a mulher, ou homem, que vai lhe acompanhar para o fim de tudo, mas esquece tudo que isso representa, esquece que não é só ter ao lado para representar em sociedade um suposto bem sucedido lar, é ter o que não se tem, é querer o que se quer bem a si, e viver o que se vive em si mesmo, mesmo vivendo em outro o si que não pode ser vivido, é acordar e ver que em si só existe mais do próprio ser, e entregar-se ao capataz confiando a pedido do outro, da mulher que lhe é a perfeita, é olhar nos olhos e sentir tremer a alma, e pensar em responder e a resposta vir do outro como acalento vindo de você mesmo, é enxergar no outro você próprio e não achar graça em mais nada que não envolva os dois. Pensando sobre isso cheguei a conclusão que ludicamente existe 5 pilares que sustenta tudo o que o verdadeiro relacionamento representa, que toda a energia possível deve estar voltada para a sustentação desses, como verdade absoluta ao bem dos dois, se você parar e pensar enxergará que tudo envolve, CONFIANÇA, DEDICAÇÃO, FIDELIDADE/HORRA, SEGURANÇA e ATENÇÃO.


CONFIANÇA: Confie no outro, pois se estas ao lado deste por si só já é de se confiar, confie cegamente, indiscutivelmente, irremediavelmente, incontestavelmente, sem se quer pensar na possibilidade de não o fazer 
de confiança, pois por si só faz-se saudável o convívio eterno. Em geral este é o pilar mais frágil de se manter, e o mais importante de todos ou outros sustentáculos, mas mantenha, sem este nenhum dos outro sustentara.



DEDICAÇÃO: Esse é o mais dispendioso dos pilares, pois demanda tempo e energia. A dedicação lhe fez querer ser no outro o que queres pra você, diria ate propositalmente, ser este o mais próximo do que se diria amor, é você ser capaz de doar suas córneas a ver a amada(o) não poder enxergar um linda flor que lhe presenteia, é você ser capaz de fazer pela mulher dos sonhos o que você pensa não ser capaz de fazer nem pra você mesmo, é conquistar todos os dias, como se conquistado no primeiro dia, é abraçar lento todo dia, beijar lento todo dia, ouvir lento todo dia, olhar forte todo dia, estar presente todo dia, e viver seu próprio dia voltado para que o próximo dia seja o melhor dia dela ao seu lado.


FIDELIDADE/HONRA: Este vem com a dedicação, é você honrar a divina dadiva de ter ela ao seu lado, é você, a todo momento, sentir a necessidade, quase que incontrolável, de confidenciar todos os seu
sentimentos e segredos, deixando assim de ser aos dois segredo, é ser capaz de expor ao outro todas as verdades sem pudor ao ser feito, é olhar nos olhos e ter a segurança que o outro é você em outra forma, é saber que as almas sentem os mesmos segredos confidentes a um, sendo agora segredo de dois, é sentir a necessidade de ter ela, e só ter a ela, e mais ninguém, é alimentar cada dia o desejo que ser unicamente dela, e só dela, e não sentir falta de nada além dela.


SEGURANÇA: É você deixar respirar o espaço entre os dois, é você saber que por mais que doa a saudade no peito, ele tem que existir, a saudade, é você saber que também é saudável saber que você é um e ela é outra, mas os dois, mesmo longe são um, é não sufocar com presença de mais, é saber não ter a compulsão, e controlar a abstinência da outra, pois a final ela também tem uma vida, é você saber estar
longe, porem perto, e quando perto saber estar mais perto ainda, é proteger do vento, é segurar a mão ao atravessar a rua, é abrir a porta pra ela entrar, é olhar nos olhos e sentir que ela quer estar ali, é abraçar e saber que ali é exatamente onde você sempre quis estar, é fazer ela saber que você seria capaz de levar um tiro por ela, se afogar por ela, saltar por ela, voar por ela, é fazer ela saber que dentre todos no mundo é a você, aquele que ela vai chamar, mesmo quando todos gritarem por um “chappolim colorado” qualquer, você é a pessoa que estará lá, e você tem que esta.


ATENÇÃO: É você saber que um pequena pedrinha do brinco dela caiu a 2 semana, é você saber do que ela gosta, das cores que gosta, das comidas que gosta, é você se importar com a rotina, é você olha nos olhos dela e de cara saber que ela tirou 2 centímetros dos seus cabelos, é ir as comprar com ela, mesmo que aquelas compras durem o dia inteiro e compre apenas um sapato, mas que aquele sapato tenha a sua
participação na escolha, é você saber o mínimo sobre que tipo de maquiagem ela gosta, e maquia-la também de vez enquando, por que não¿ é ela te pedir pra comprar um batom e você saber exatamente qual tom ela usa, é pentear seus cabelos com franjão pro lado do jeito que ela gosta , é saber qual angulo ela mais gosta de tirar foto, e você mesmo tirar e ainda ajeitar o cabelo dela pra ficar bonita no facebook, é sair pra se divertir e não sentir falta de mais ninguém, saber tirar a roupa dela e saber vesti-la também, conhecer todos as roupas, sapatos, sutiãs, calcinhas, livros, cd’s, DVD’s,  músicas, cheiros, flores, chocolate, vinhos, orações, santos, tudo o que torna ela a mulher que você sempre quis pra estar do lado, é você ouvi-la atentamente e uma semana depois ela te perguntar sobre o que foi dito e você lembrar exatamente, é você aconselhar como sendo o melhor amigo, pois você é esse melhor amigo, é chorar seu choro, sorrir seu riso, beijar seu beijos e sentir com toda intensidade seus braços, sabendo que cada segundo foram os melhores segundos dos minutos dela, e as horas serão as melhores horas de todos os seus dias.



Concluo assim, simples e objetivo, encontre alguém que seja a mulher de sua vida e dedique-se de todo o sentimento, seja de tudo que seja dela, seja você nela e ela em você, atenha-se a verdade única e absoluta de que um foi feito pro outro, faça do envolvimento entre você algo de orgulhar-se, tenha a mulher para que todas as outras queram ser felizes como ela, e seja pra ela o homem que toda mulher gostaria de ser feliz como é a sua, e so sua, pois única é a mulher que você se faz único pra ela, e ela sera a única em séculos a ter vifvido um amor intenso como deveria, pensem nisso, Vale apena nos tempos de hoje ter um relacionamento de verdade, não efêmero.



Nenhum comentário:

Postar um comentário